Recitando trava-línguas

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientação: Retome os conceitos de acrescentar e juntar quantidades. Explore os dedos das mãos, juntando-os e acrescentando-os, trabalhando com os fatos fundamentais da adição. Projete este slide, ou use suas mãos para simular situações-problema que envolvam juntar e acrescentar dedos para formar novas quantidades.Peça que os alunos também representem usando suas mãos, conforme você for questionando. Registre no quadro as sentenças matemáticas representadas com as mãos, para os alunos associarem o sinal de adição ao fato de juntar e acrescentar quantidades.

Propósito: Realizar contagens, reconhecer algarismos, juntar e acrescentar quantidades.

Apresente a proposta
Leia virtualmente para as famílias o livro “Enrosca ou Desenrosca”, das autoras Maria José Nóbrega e Rosane Pamplona, e converse com as crianças sobre o tipo de texto presente na obra, destacando um dos trava-línguas para apresentar a elas. Caso não seja possível, você pode enviar, por WhatsApp ou outra plataforma de comunicação com as famílias, alguns dos textos do livro ou ainda outros indicados para a faixa etária, sugerindo que conheçam um pouco mais sobre trava-línguas e fazendo o convite: “Que tal brincarmos de trava-língua?”

Adaptações necessárias
As famílias serão convidadas a recitar trava-línguas e compartilhar suas vivências com outras famílias.

Sugira às famílias
Convide as famílias a recitar trava-línguas a partir das sugestões enviadas por você. Sugira que leiam os textos para as crianças e conversem sobre quais são conhecidos ou não por elas, qual chamou mais atenção, despertou mais interesse etc. É possível ainda que observem as palavras ou as ilustrações presentes, se houver. Proponha que brinquem juntos com esse tipo de texto, se divertindo com os tropeços e enroscadas característicos dele. Sugira que os adultos garantam o tempo de exploração e de brincadeira das crianças, que costumam ficar muito envolvidas testando e recitando os textos. É possível que as crianças necessitem de ajuda para se lembrar de trechos, por isso, sugira que os adultos possam apoiá-las em possíveis desafios, podendo propor que recitem de forma mais lenta, pronunciando uma palavra de cada vez, e que aumentem a velocidade aos poucos, por exemplo. Se as crianças estabelecerem gestos que as façam lembrar do texto, incentive que acolham essa forma de expressão e a potencializem. Proponha que façam pequenos registros em vídeo para compartilhar esse momento com outras família. Elas podem também compartilhar outros trava-línguas conhecidos pelas famílias

Para compartilhar com o grupo
Convide as famílias a compartilhar com você pequenos vídeos do momento de recitação com as crianças. É possível compartilhá-los com todo o grupo por WhatsApp, de modo que as outras famílias possam se inspirar nas vivências do grupo. É esperado que, conforme você compartilhar essas ações, mais famílias se sintam estimuladas a realizar a atividade, por isso, continue recebendo e encaminhando os resultados para o restante do grupo. Sugira ainda que, se alguma família conhece outro trava-língua, possa ensiná-lo ao grupo por uma mensagem de áudio. Eles poderão ser incorporados ao repertório das crianças e, no retorno, vocês poderão criar um acervo de trava-línguas conhecidos.

FONTE:https://planosdeaula.novaescola.org.br/

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *